CONSPIRAÇÕES

Contestação, Qualidade de Vida e Atitude na WEB

Archive for abril \13\UTC 2010

Jornal “O Estado de São Paulo” – Confiável ou não?

Posted by Fabricio Pessoa em 13 abril, 2010

Uma informação divulgada na manhã de 13 de abril pelo site do jornal “O Estado de São Paulo” pode parecer algo não muito relevante do ponto de vista social, mas é um bom termômetro do quanto um jornal é ou não confiável.

Segundo esta notícia, “o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, vem ao Brasil, em caráter de urgência, para definir o papel do estádio do São Paulo na Copa. Vai trazer na bagagem uma informação contundente: o Morumbi não receberá a partida de abertura da competição e nenhuma outra. Está fora da Copa.” O link para a íntegra desta informação está aqui .

Só que existem dois detalhes importantes nessa história: o primeiro é que esta informação NÃO FOI OFICIALIZADA PELA PRÓPRIA FIFA até o momento, e o segundo é que a informação teria sido passada ao jornal por “um alto executivo da Fifa”, ou seja, uma pessoa incerta.

Ou seja:  é possível que um jornal possa ou mesmo deva veicular informações que não teriam sido confirmadas por quem de direito (no caso, a FIFA)?

O fato é que O Estado de São Paulo, com essa notícia, acabou se colocando em cheque perante a opinião pública, porque agora uma das duas situações vai acontecer: ou essa informação se confirma e o jornal se solidifica quanto à sua confiabilidade, ou a informação não é confirmada (isso se ela não for contrariada!), e o jornal tem sua reputação abalada, já que se poderá imputar ao “Estadão” a pecha de jornal boateiro, tendencioso e não confiável.

Os próximos dias virão, e dependendo dos fatos por ocorrer este que vos escreve se manifestará a respeito.

Aguardemos.

—-

ATUALIZAÇÕES:

1) NO MESMO DIA da publicação da matéria que mencionei acima, VÁRIOS sites noticiaram que a própria FIFA DESMENTIU esta informação de que o Morumbi estaria fora da Copa, o que só reforça nossas suspeitas de que o “Estadinho” (nome que darei ao jornal de hoje em diante) é de fato um jornal pouco confiável;

2) Às 13:13 o mesmo site do “Estadinho”, numa tentativa de se justificar, publica como manchete que a “Fifa reafirma que Morumbi não pode receber abertura” (link aqui). EI! PÉRA UM POUCO! MAS ELA INFORMOU TEXTUALMENTE ANTES QUE O MORUMBI ESTAVA FORA DE TODA A COPA !!!

3) Como ficou EVIDENTE que eles estão buscando corrigir um erro com a prática de OUTRO erro, a reação dos internautas não tardou a surgir: vejam estes comentários que copiei da própria página do “Estadinho” onde se encontra esta última matéria…

“Novamente o jornal se presta a fazer um papel pequeno, miserável, ao encobrir um medonho erro em sua fonte de informação, republicando uma matéria maquiada. Seu texto esta recheado de palavras que remetem ao texto anterior de capa, pela manhã, manipulando a idéia de que seu texto original parece o correto. Por favor, não subestime a inteligência do seleto grupo de leitores que conquistou. O grupo ESTADO neste momento presta-se a fazer o papael de imprensa “Marrom”. Que seus textos venham enxutos e sem opiniões escondidas nas entrelinhas. Vergonhosa a atitude da redação em adotar este texto escondido na página de esportes como a versão de sua errata, e não demonstrar dignidade e postar em sua página principal, como a 1º matéria, a polêmica, redimindo-se da aberração ocorrida.” (Cristiano Coelho)

“Muita decepção com o estadão…, publicar essa matéria esdruxula é muito poooodre!! Na minha opinião.., matéria comprada e p/ fazer politicagem…” (Rafael Machado)

“Nossa mas se tem em todo lugar que é mentira porque o Estadao continua com essa matéria no ar?” (FM DS)

Pois é… infelizmente os fatos estão demonstrando que o “Estadinho” é de fato um jornal desestruturado e pouco confiável.

E querem saber? Pra mim isso é informação plantada lá no Rio (vejam que a informação do Estadinho vem de lá) pelo pessoal do Kléber Leite, chapa derrotada para a presidência do Clube dos 13 (e que tinha apoio da CBF), para tentar prejudicar o São Paulo, um dos times vitoriosos com a eleição do Fábio Koff!

Vamos seguir de olho… mesmo porque esse é um daqueles casos que nos faz pensar para refletir sobre o quanto…

Anúncios

Posted in CONSPIRA (atualidades) | Etiquetado: , , , , , , , | Leave a Comment »

A verdade sobre a vacinação da gripe aviária

Posted by Fabricio Pessoa em 10 abril, 2010

Muito se tem falado sobre a necessidade de vacinação contra a gripe aviária no Brasil, e sobre a suposta existência de uma pandemia (epidemia mundial) deste tipo de gripe.

Acontece que NÃO EXISTE NEM NUNCA EXISTIU ESTA PANDEMIA, e além disso, há uma questão envolvendo a principal vacina contra esta gripe (e tambem contra a gripe suína) que deve deixar a todos com um pulga atrás da orelha, conforme você poderá ver mais abaixo.

O que quero dizer, com este post, é que eu NÃO vou tomar esta vacina contra a gripe aviária, por entender que ela é simplesmente desnecessária face às circunstâncias em que se colocou essa quase paranóia envolvendo estes dois tipos de gripe, e foi fruto de um lamentável ‘ conto da carochinha’ envolvendo interesses puramente políticos e econômicos, arquitetado pelo governo americano e com alcance mundial.

Para você entender o histórico destas gripes, e os interesses que VERDADEIRAMENTE estão por trás dos remédios contra elas, veja este vídeo-denúncia, que “curiosamente” fez com que as notícias sobre eventuais casos de gripe aviária simplesmente “sumissem” dos noticiários a partir de setembro de 2009 (não percebeu isso, né?):

Não quero desestimular as pessoas a tomarem vacinas, mas me sinto no dever de propagar estas informações para que todos tenham, ao menos, todas as informações sobre estas gripes, e aí sim, possam fazer a escolha que acharem mais conveniente.

Posted in CONSPIRA (atualidades) | Etiquetado: , , , , , , , | 1 Comment »

Star Wars e a Mitologia

Posted by Fabricio Pessoa em 9 abril, 2010

No ano de 2001, e a convite do site Aumanack, dos meus amigos Renato e Azhiel, fiz uma matéria mostrando como a mitologia e a história serviram como inspiração para George Lucas escrever os filmes da saga Star Wars. Pra quem tiver curiosidade sobre como estas influências podem ser vistas nos filmes, escrevi a matéria abaixo. Enjoy…

“Que Star Wars é um fenômeno do cinema todo mundo já sabe. Que Star Wars cativou os corações e mentes de todo o planeta também. O que pouca gente sabe é que os mais importantes fatores de todo este sucesso são justamente os que transcendem os efeitos especiais ou a ficção científica que cercam a saga e que são na verdade o coração de sua história: seus conceitos mitológicos. Antes de mais nada, é preciso ter em mente que o termo “mitologia”, no caso de Star Wars, não trata apenas dos mitos nascidos das culturas grega e romana, mas se expande para diversas outras culturas, indo desde as lendas arturianas até o folclore nórdico e valendo-se até mesmo de referências históricas, religiosas e do próprio cinema para compor a trama central que permeia esta que é a mais impressionante saga da história do cinema.

Pois bem, quando se fala em Star Wars na maioria dos casos a primeira imagem que vem à mente da maioria é a daquele que para alguns é o maior vilão da história do cinema: Darth Vader. A personalidade de Vader foi criada, dentre outras referências, também com base na lenda grega de Cronos e Zeus. Segundo esta lenda, Cronos era um Deus que tinha muito medo de que seu poder pudesse um dia ser usurpado. Assim, para evitar que isso acontecesse, ele tinha o (digamos, péssimo) hábito de comer todos os seus filhos, justamente para garantir a perpetuação de seu reinado.

Zeus, seu filho, foi escondido de Cronos logo após nascer, e mais tarde viria exatamente a tomar o lugar de Cronos, tornando-se o Deus-Sol do panteão grego. Esta relação Cronos-Zeus se justifica não só no aspecto mau de Vader como também no aspecto de “herói oculto” do personagem Luke Skywalker, que (como se verá em “Episódio III: A Vingança dos Sith”) foi escondido de Vader para que mais tarde se tornasse o “redentor” de seu pai…

Aliás, essa história de “redenção” entre pai e filho foi indicada pelo próprio Lucas durante uma entrevista feita com ele e Joseph Campbell, exibida em 2000 durante a “Maratona Star Wars”, pelo Telecine. Nesta entrevista, Lucas fala que os pais esperam, de uma certa forma, que seus filhos os redimam por seus desacertos, o que se observa não só nas relações entre pais e fi lhos através da história, como também nas relações contemporâneas. Esta redenção fica clara em “O Retorno de Jedi”, principalmente quando Vader diz a Luke que este já o havia salvo, mesmo estando ele à beira da morte. Uma outra referência mitológica pode ser vista em “Episódio IV – Uma Nova Esperança”, quando a princesa Leia oferece a Luke, Han e Chewbacca uma chance de obter uma recompensa caso a levassem até a base rebelde.

Trata-se de uma releitura do conto mitológico “Jasão e Os Argonautas”, onde a busca dos heróis é o chamado “Velo de Ouro”, um carneiro dourado que na verdade é a representação da constelação de Áries… Além deste, podemos ver também uma recriação da lenda de Orfeu e Eurídice, onde Orfeu decide, com o consentimento do Deus Hades, descer até as profundezas do inferno para resgatar sua amada Eurídice. Entretanto, ao resgatá-la Orfeu deveria conduzi-la até a superfície na frente de seu amor, e sem jamais olhar para trás. Quase chegando na superfície, porém, tomado de aflição por ouvir os constantes suplícios de Eurídice ele resolve olhar para trás, e neste momento ela se transforma numa estátua. Uma metáfora desta lenda se torna clara entre os Episódios I e II de Star Wars, onde ao retornar para Tatooine o jovem Anakin Skywalker dá vazão, pela primeira vez, a toda a sua fúria cega, deixando aberto o caminho para o lado negro da Força… (nota: a própria referência ao termo “não olhe para trás” pode ser vistos em pôsteres lançados pela Lucasfilm…)

Outro conto mitológico está na própria Estrela da Morte, a qual guarda correlação com antigas representações gráficas do Labirinto de Creta. O Labirinto era um símbolo do desconhecido, um local onde os guerreiros que lá se aventuravam jamais retornavam, tornando-se portanto um sinônimo de morte. A Estrela da Morte se reveste desta mesma aura mitológica, por seu caráter de entidade desconhecida e por ser também uma representação da própria destruição.

Entretanto, talvez a mais forte influência mitológica em Star Wars não venha nem da Grécia antiga nem dos Romanos, mas sim das Lendas Arturianas. A origem destas histórias não são precisas (já que existem referência aos bretões, aos gaélicos e até mesmo aos celtas nestas lendas), mas a força de suas narrativas causaram tamanho impacto no imaginário popular da Grã-Bretanha que a tradição oral ou escrita se incumbiram de perpetuar os “Contos de Arthur” até o presente.

Duas são as mais importantes referências arturianas vistas em Star Wars. A primeira trata da relação entre Luke Skywalker e o velho Obi-Wan Kenobi, que é um refl exo da relação que temos entre o jovem Arthur e o mago Merlin. Nas Lendas Arturianas, Merlin foi o responsável pela iniciação do Rei Arthur, guiando-o pelo início de seu “caminho do herói”, o que ocorre de maneira quase idêntica entre Obi-Wan e Luke. O sacrifício dos mentores também se dá de forma bastante parecida, sendo que em ambas as histórias estes abrem mão de suas próprias existências, deixando que os heróis tomem o destino de suas vidas em suas próprias mãos de modo que eles possam se tornar, por si sós, os heróis a que estão fadados a ser.

A segunda é a simbologia da própria espada. Tanto nos contos da Távola Redonda como em Star Wars, os heróis atribuem a suas espadas um caráter de honradez, altruísmo e reverência, o que faz com que a ostentação de uma espada seja um símbolo de força e dignidade. O mesmo conceito se vê nos Cavaleiros Jedi de Star Wars, os quais portam seus sabres-de luz por serem os (segundo as palavras do próprio Obi-Wan) “guardiões da paz e da justiça na galáxia”. A associação entre espada e heroísmo é tamanha, que George Lucas inclusive aproveitou este simbolismo para ilustrar o primeiro pôster promocional de Star Wars de todos os tempos: a clássica figura de Luke empunhando para o alto seu sabre-de-luz, a qual foi repetida na capa do Box dos DVDs da Trilogia Clássica recentemente lançados. Mas e a tal da “Força”?

Como ela foi criada? Para uma análise deste conceito que ultrapassa os conceitos meramente míticos, é preciso analisar as diversas religiões existentes atualmente, já que a própria Força era vista no filme como uma religião. O próprio Lucas declarou sua opinião de que é necessário que as pessoas tenham alguma religião, como um instrumento para recuperar forças e obter algum norte para suas vidas. Assim, exteriorizou este desejo com a criação de um conceito que segundo Francis Ford Coppola seria “uma nova religião”: a Força. Este conceito não foi criado 21 com a finalidade específica de se formar uma nova religião (tanto que em Episódio I foram criados os tais midi-chlorians, para desmistificar um pouco deste conceito religioso), mas sim para mostrar às pessoas que acreditar em algo que ultrapassa nossas percepções físicas é importante para ganharmos fé e esperança no dia-a-dia.

A Força foi criada principalmente com referências advindas do Budismo, principalmente de suas escolas tibetana (representadas principalmente no ato de meditar) e japonesa (vistas nos atos da concentração e em sua associação com a arte da esgrima japonesa, a qual serve de base para os combates de sabre de-luz vistos na saga). Além disso, diversas referências à igreja católica podem ser encontradas no filme, como por exemplo o mistério da concepção (já que, conforme vemos em Episódio I, a mãe de Anakin Skywalker não soube dizer de que maneira seu filho fora concebido) e a tentação do demônio a Cristo (visto no chamado feito pelo Imperador a Luke para que este se junte ao Lado Negro da Força, em “O Retorno de Jedi”).

Além das religiões, diversos conceitos filosóficos e psicolócos foram utilizados na saga. No campo da filosofia, uma das várias citações vistas nos filmes pode ser vista na lição de “falta de fé” trazida por Kierkegaard, onde a hesitação fatalmente se transforma na causa da derrota. Como prova deste conceito, temos que é justamente a fé inabalável de Luke em sua própria capacidade de vencer os obstáculos a responsável pelo triunfo do herói contra o império.

Os conceitos psicológicos utilizados por Lucas, por seu lado, trataram de ser utilizados de forma individualizada, ou seja, diversas facetas da personalidade humana foram exteriorizados em cada um dos personagens centrais da trama. Assim, temos desde a virtude mais pura (representada por Luke), até o instinto animal (como vemos em Chewbacca), passando pelo lado humorístico (de 3PO e R2), e tratando até do movimento da liberação feminina que atravessava a década de 70, a qual é personificada pela imponente e “guerreira” princesa Leia. Neste contexto, um personagem merece especial análise: o anti-herói Han Solo. Apesar de ser um dos “mocinhos” do filme, ele não se preocupa com a bondade existente em suas ações, e sim com seu próprio ego e com seus interesses.

Um exemplo clássico de antiherói(ina) é a feiticeira Medéia, que tinha por objetivo vingar-se do homem que amava e que a abandonara por outra mulher. Também Loki, o Deus Nórdico, é outro exemplo de anti-herói, o qual na verdade é um tanto diferente do Loki dos quadrinhos, diga-se de passagem. Os anti-heróis têm como característica principal contradizer e questionar os valores morais socialmente usuais, e Han Solo certamente cumpre muito bem esta função na trama de Star Wars.Finalmente, devem ser mencionadas todas as referências históricas existentes na saga, dentre as quais podemos citar o Japão medieval, a Primeira e Segunda Guerra Mundiais, costumes tribais da África Colonial, sistemas políticos europeus, etc.

Como podemos ver, Star Wars é mesmo muito mais um simples grupo de filmes de ficção ou mesmo um fenômeno do entretenimento. Star Wars representa uma coleção de diversos elementos da “essência humana”, suas histórias, suas estórias, suas emoções, e tudo isso não poderia ter tido outro resultado: cativar os corações e mentes de milhões e milhões de pessoas por todo o mundo…”



Posted in PIRAÇÕES (entretenimento) | Etiquetado: , , , , , , , , | Leave a Comment »

As dez melhores cidades do mundo

Posted by Fabricio Pessoa em 7 abril, 2010

Acaba de ser divulgada pela CNN uma lista com aquelas que seriam as dez melhores cidades pra se viver.

Esta lista foi elaborada com base em diversos índices sobre qualidade de vida, feitos pelas instituições Economist Intelligence Unit, Mercer e Monocle.

As cidades são (não necessariamente em ordem):

– Vancouver, Canada;
– Berlin, Alemanha;
– Sydney, Austrália;
– Auckland, Nova Zelândia;
– Vienna, Áustria;
– Honolulu, Havaí, EUA;
– Copenhagen, Dinamarca;
– Zurique, Suíça;
– Amsterdam, Holanda;
– Singapura (foto abaixo).

E aí fica a pergunta: será que um dia poderemos ver uma cidade brasileira nessa relação?

Posted in AÇÕES (qualidade de vida) | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Para pensar…

Posted by Fabricio Pessoa em 7 abril, 2010

“Talvez o mais correto seria dizer: existem três tipos de tempo: o presente das coisas passadas; o presente das coisas presentes; e o presente das coisas por vir. Na alma existem estes três aspectos de tempo, e não as vejo de forma diferente. O presente considerando o passado é a memória; o presente considerando o presente é a consciência imediata; e o presente considerando o futuro é a expectativa.”

(Santo Agostinho, “Confissões” – tradução deste autor)



Posted in PIRAÇÕES (entretenimento) | Etiquetado: , , , , , , | 1 Comment »

Um problema sobre os cemitérios

Posted by Fabricio Pessoa em 6 abril, 2010

Já faz tempo que venho defendendo o fim dos cemitérios tradicionais (ou seja, das práticas de enterros de corpos), por uma série de questões de relevante impacto social, dentre as quais ressalto as de natureza ambiental, urbanista, financeira, de saneamento, religiosa, etc.

Mas uma notícia veiculada hoje no jornal Destak de São Paulo vem trazer uma informação adicional a esta discussão, que só reforça o posicionamento que tenho defendido: a descoberta, pela CETESB (órgão ambiental estadual), de que os cemitérios de Vila Formosa (zona leste) e Vila Nova Cachoeirinha (zona norte) podem estar com o subsolo contaminado por necrochorume, líquido que vaza na decomposição dos cadáveres.

A CETESB já vinha suspeitando desta contaminação desde 2006, e um laudo da prefeitura deverá confirmar em breve o fato.

O necrochorume começa a ser eliminado um ano após a morte e pode transmitir doenças como hepatite A, tuberculose e escarlatina ao entrar em contato com o lençol freático, por conta da chuva.

Por estas e outras, portanto, sou um dos que defendem a instituição da cremação obrigatória para os falecidos, mediante procedimento específico, e tambem o aumento no número de cremetórios existentes nas cidades, principalmente nos grandes centros urbanos.

Posted in AÇÕES (qualidade de vida) | Etiquetado: , , , , , , , , | Leave a Comment »

Sobre o atual panorama da Igreja Católica…

Posted by Fabricio Pessoa em 5 abril, 2010

… merece reflexão a recente divulgação, pela Agência AFP, de uma foto mostrando uma pichação encontrada na Igreja de Soriano, norte de Roma, onde constam os seguintes dizeres:

A inscrição “igreja = máfia = Estado” é uma clara alusão a todo o processo de corrupção e acobertamento que tem envolvido a Igreja Católica (aliás, qualquer referência a “O Poderoso Chefão 3” NÃO É mera coincidência…), novamente trazido à tona por conta das recentes denúncias de pedofilia envolvendo o Papa Bento XVI, o qual teria justamente acoberrtado cardeais pedófilos na Irlanda.

Mas engana-se quem pensa que só na Irlanda ocorreram casos como este. Segue relação completa de casos, semelhantes a (e incluindo) este:

Estados Unidos

Na quinta-feira, o jornal The New York Times trouxe a notícia de que, em 1996, o cardeal Joseph Ratzinger, que veio a se tornar o papa Bento XVI em 2005, não respondeu a cartas vindas de clérigos americanos acusando um padre do Estado do Winsconsin (Lawrence Murphy) de abusar sexualmente de até 200 meninos em uma escola para surdos entre 1950 e 1974.

Uma das supostas vítimas disse à BBC que o papa sabia das acusações há anos, mas não tomou nenhuma atitude.

Um relatório encomendado pela Igreja em 2004, aliás, concluiu que mais de QUATRO MIL padres americanos enfrentaram acusações de abuso sexual nos últimos 50 anos, em casos envolvendo mais de 10 mil crianças – principalmente meninos.

Alemanha
Desde o início de 2010, pelo menos 300 pessoas acusaram padres católicos da Alemanha de abuso sexual ou físico. As alegações estão sendo investigadas em 18 das 27 dioceses da Igreja Católica no país natal do papa Bento XVI.

Entre as acusações, está o abuso de mais de 170 crianças por padres em escolas jesuítas, além de casos dentro de um coral de meninos dirigido durante 30 anos pelo monsenhor Georg Ratzinger, irmão do papa.

Irlanda
No ano passado, dois documentos que examinaram acusações de pedofilia entre clérigos irlandeses relevaram a profundidade do problema no país, com casos de abuso, acobertamentos e falhas hierárquicas envolvendo milhares de vítimas durante várias décadas. Um dos documentos mostrou que quatro arcebispos de Dublin fizeram vista grossa para casos de abuso ocorridos entre 1975 e 2004.

Quatro bispos renunciaram e toda a hierarquia da Igreja irlandesa foi convocada ao Vaticano para depor pessoalmente diante do papa Bento XVI. Em meio a isso, um novo escândalo veio à tona neste mês de março com a informação de que o chefe da Igreja Católica Irlandesa, cardeal Sean Brady, estava presente em reuniões realizadas em 1975, quando crianças fizeram um voto de silêncio sobre reclamações contra um padre pedófilo, Brendan Smyth.

Holanda
Ainda neste mês de março, bispos da Holanda pediram uma investigação independente diante de mais de 200 acusações de abuso sexual de crianças por padres, além de três casos ocorridos entre 1950 e 1970. Inicialmente, as acusações envolviam a escola do mosteiro de Don Rua, no leste da Holanda.

O escândalo fez surgir dezenas de novas alegações de supostas vítimas em outras instituições do país.

Itália
Em janeiro de 2009, vários homens deficientes auditivos vieram a público para dizer que foram abusados quando eram crianças no Instituto para Surdos Antonio Provolo, na cidade de Verona, entre 1950 e 1980. No fim do ano passado, a agência de notícias Associated Press obteve uma declaração por escrito de 67 ex-alunos da escola nomeando 24 padres e outros religiosos a quem acusavam de abuso sexual, pedofilia e castigos físicos.

Áustria
Acusações independentes de abuso sexual infantil por padres surgiram em várias regiões do país. Após um dos escândalos, cinco padres de um mosteiro em Kremsmuesnter foram suspensos.

Em Salzburgo, o chefe de um mosteiro local renunciou ao cargo após confessar ter abusado de um menino há 40 anos, quando ele era monge.

Suíça
Uma comissão formada pela Conferência dos Bispos da Suíça em 2002 vem investigando acusações de abuso envolvendo religiosos do país. Este mês, um membro da comissão, o abade Martin Werlen, disse em uma entrevista que cerca de 60 pessoas fizeram acusações sobre casos que teriam ocorrido nos últimos 15 anos.

A Igreja, infelizmente, está usando o artífico da “perseguição” para se colocar na posição de vítima perante a sociedade, mas é muito importante que a verdade venha à tona e que todos saibam a cruel realidade que cerca esta que é, para muitos, a (em termos unicamente de tamanho) maior instituição existente no mundo.

A propósito, tenho informações no mínimo interessantes referentes ao que para alguns seria uma representação do FIM da Igreja Católica… mas isso é assunto pra um futuro post…

Posted in CONSPIRA (atualidades) | Etiquetado: , , , , , , , , | Leave a Comment »

EXTRA! Fantástica figura para venda !!!

Posted by Fabricio Pessoa em 1 abril, 2010

Os fãs de ficção científica não podem perder esse fantástico ACTION FIGURE que se encontra à venda no site da Think Geek!!!

Trata-se do famoso MONOLITO DE 2001!!! Ele segue a mesma proporção do original visto no filme, e tem – pasmem! – ZERO pontos de articulação!!!

Duvida? Segue a foto abaixo pra comprovar. Não perca!!!!

P.S. : Primeiro de abril !!!   🙂

Posted in PIRAÇÕES (entretenimento) | Etiquetado: , , , , , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: